0 produtos encontrados

CÂMERAS E FILMADORAS: UM GUIA PRÁTICO PARA ESCOLHER A SUA

 

Na hora de procurar câmeras e filmadoras, conte com os produtos da Mobimax para ter sempre o melhor da tecnologia ao seu lado. Aqui você encontra uma seleção de itens com qualidade e renome garantidos por nós para oferecer praticidade e eficiência ao seu dia a dia. 

 

Sabemos que escolher uma câmera ou uma filmadora nem sempre é tarefa fácil. Com tanta informação desencontrada por aí, na verdade, pode ser bastante difícil saber pelo que se orientar antes de realizar a compra. Afinal, o que conta mais em uma câmera? Megapixels? Sensor? ISO? Ou devo me atentar à tudo isso? 

 

Hoje você irá descobrir algumas dicas fundamentais para fazer a escolha certa e não se arrepender depois. Confira a seguir nosso guia prático para comprar a sua câmera ou filmadora!

 

MEGAPIXELS

A quantidade de megapixels da câmera costuma ser um número que salta aos olhos e chama a atenção de todo consumidor. Mas será que eles representam, necessariamente, mais qualidade de imagem?

 

Na verdade, o número de megapixels significa apenas que uma foto registrada pela câmera poderá ser ampliada sem perder a qualidade, e não que a imagem obtida é boa ou não. Não à toa, é comum encontrarmos câmeras excelentes com apenas 20 megapixels, enquanto câmeras de má reputação possuem 40 ou 50 megapixels.

 

SENSOR

O sensor é o responsável por captar a luz e criar as imagens obtidas pelas câmeras. É o  equivalente aos filmes das câmeras analógicas. Ele sim, ao contrário dos megapixels, indicam se a qualidade de uma foto obtida pela câmera será boa ou não. 

 

Atualmente, os dois principais tipos de sensores são o sensor CCD e o sensor CMOS. O sensor CMOS é o mais utilizado atualmente por uma série de vantagens, como menor consumo de energia, rápida conversão de sinais e melhor correção de exposição à luz. Ele está presente nas câmeras profissionais e filmadoras profissionais. No entanto, o CCD ainda se faz presente em câmeras menores, como as câmeras point and shoot, pois são uma solução mais barata e ainda assim eficiente.

 

A regra básica sobre sensores, afinal, é: quanto maior o sensor da câmera, mais capacidade de captar luz e garantir boas imagens.

 

ISO

Você já se perguntou para que serve o ISO da câmera? O ISO determina a sensibilidade da câmera à luz. Quanto menor o número (geralmente começa em 100), menor é essa sensibilidade. Aumentando o ISO, essa sensibilidade também se eleva, permitindo assim fotografar ambientes mais escuros. Mas existe um porém: quanto maior o valor de ISO, mais ruídos (aqueles pontinhos granulados) a imagem registrará.

 

TAMANHO E UTILIDADE

Deixando um pouco os aspectos técnicos de lado, essa questão também se faz muito importante na hora de escolher sua câmera ou filmadora. Ter em mente o propósito pelo qual você as quer é fundamental. Afinal, de que adianta uma câmera enorme se você precisa de uma discreta, ou então quer registrar atividades esportivas com ela em cima de um capacete, por exemplo? Para esses casos, o melhor é procurar por câmeras específicas, como a câmera de monitoramento (também chamada de câmera espiã) ou a câmera esportiva - que também pode ser encontrada com o nome de action camera.